Limpeza de Pele: Para que serve? Como fazer? Benefícios

banner-bumbum-cream

Para manter a pele saudável, uma boa limpeza é essencial. Essa é a etapa que condiciona todas as outras. Afinal, uma limpeza mal adaptada pode gerar uma falta de hidratação considerável e uma superprodução de sebo.

Além disso, no que se refere à limpeza de pele, há muitos mitos em circulação hoje. Por exemplos, muitas pessoas reproduzem a ideia de que não há necessidade de combinar etapas de limpeza.

Na verdade, essa prática é mais que recomendada sim! Muitas vezes, inclusive, é útil realizar a dupla limpeza (demaquilante + esfoliante), mas quando se tem o produto certo, esse duplo passo não é absolutamente necessário (evita o consumo excessivo).

Quer mais dicas de como cuidar adequadamente de sua pele? Acompanhe neste artigo informações valiosas que separamos para você. Saiba por que e como limpar adequadamente sua pele, essa etapa tão essencial na rotina de sua pele saudável.


O que não fazer na limpeza de pele?

Usando água micelar

Embora seja considerada muito eficaz na remoção de maquiagem, a água micelar acaba sendo uma opção não muito adequada, e, portanto, a ser deixada de lado. Micelas são surfactantes (“detergentes” para simplificar) derivados principalmente de produtos petroquímicos e que podem irritar e ressecar a pele.

Além disso, a aplicação de água micelar frequentemente envolve não enxaguar após o uso, ou seja, deixar essas substâncias na pele. Péssima ideia, né?

Em vez disse, que tal a escolha de um óleo vegetal para remover a maquiagem? A sua substância gordurosa permite ser igualmente eficaz e nutrir a sua pele ao mesmo tempo: uma combinação vencedora!

Usando substâncias “demais”

Este é o eterno problema: por querermos muito uma pele super limpa e sem imperfeições, tendemos a recorrer a produtos de limpeza “ultra poderosos”, “ultra eficazes” etc. No entanto, o problema é significativo: esses produtos muitas vezes são agressivos demais para a pele.

Dentre os efeitos, os produtos que prometem uma ultra limpeza secam e perturbam seu pH. Resultado: a pele busca compensar, produzindo mais sebo. No uso diário, portanto, é necessário preferir um limpador suave e sem sulfatos.

Diversas opções no mercado hoje atendem a essa especificidade, compre com consciência!

Limpeza 2 vezes ao dia

O excesso de limpeza da pele tende a enfraquecer seu filme hidrolipídico. No final das contas, é como usar um produto muito agressivo, isso deixa o tecido “estressado”!

De manhã, a sua pele mostra apenas um pouco de sebo e suor produzidos durante a noite. Se desejar, pode aplicar um hidrossol ou uma loção suave antes dos cuidados diários, que também permitirá despertar a pele sem passar pela fase da água da torneira.

Por isso, privilegie a limpeza à noite, libertando assim a sua pele das impurezas acumuladas durante o dia: maquiagem, pó, poluição, suor e sebo. Além disso, a limpeza noturna “prepara” para uma boa noite de sono.

Durante este período, a pele torna-se ativa e aproveita para regenerar suas células. Para promover essa renovação celular, a pele deve respirar e estar livre de suas impurezas, portanto, bem limpa.

Leia Mais: Cuidados com a pele: Guia completo com Cronograma

Boas práticas de limpeza de pele

Se você usa maquiagem

Se for maquiar-se, pode usar um produto oleoso (como óleo vegetal), caso contrário opte por uma lavagem suave (sem espumas como o sulfato).

O primeiro permite a composição de resíduos (gordura gosta de gordura) e impurezas com ela, ao mesmo tempo em que proporciona os benefícios do óleo vegetal.

O segundo é o suficiente para limpar a pele sem agredi-la, livrando-a das impurezas que se acumulam ao longo do dia.

Seja gentil com sua pele

Durante a fase de limpeza, tendemos a pressionar um pouco vigorosamente a pele. Para ajustar os movimentos do corpo, faça o exercício apenas com as mãos. Lembre-se também de enxaguar bem, sem esfregar excessivamente.

Enxugue bem o rosto

Seque seu rosto, enxugando com uma toalha limpa e de forma cuidadosa para remover resíduos da superfície. Mais uma vez, a suavidade é essencial!

Hidrate a pele adequadamente

Aplicar Hidrossol ou loção para remover quaisquer vestígios de produto (gordura oleosa por exemplo) e resíduos de sujeito. Esta etapa também permite reajustar o pH da pele. Você pode aplicar como um respingo usando as mãos ou em um disco removedor de maquiagem reutilizável.

Leia Mais: Manchas na Pele: Tudo o que você precisa saber

Promovendo a limpeza de pele: importância

A limpeza regular da pele, especialmente do rosto, purifica a pele e elimina células mortas, cravos ou poros entupidos para recuperar um novo brilho. Siga os seguintes passos:

banner-bumbum-cream
  1. Limpeza doméstica

    A hidratação diária já é um primeiro passo: com a aplicação de cremes nutritivos de manhã e à noite, evitamos o ressecamento da pele e o aparecimento de cravos e espinhas.

    Mas nem sempre isso é suficiente, porque mais do que qualquer outra parte do corpo, a pele do rosto de vez em quando precisa de uma limpeza profunda para respirar melhor e mostrar uma segunda juventude.

    Além dos tratamentos faciais especializado, é possível realizar facilmente essa limpeza em casa, principalmente com a orientação de um dermatologista.
  2. Termine com uma máscara

    Em primeiro lugar, é necessário lavar e esfoliar a pele com um gel espumante suave para remover vestígios de maquiagem, impurezas e células mortas. O próximo passo costuma ser fazer um banho de vapor, colocando o rosto sobre uma panela de água fervente tirada do fogo.

    De 5 a 10 minutos nesta posição permitirão que o vapor dilate os poros da pele e promova a extração dos pontos pretos. Os cravos não devem então resistir ao uso de um removedor de cravos.

    Usar, no entanto, sem forçar e depois de ter tomado o cuidado de ter lavado as mãos, sem esquecer de desinfetar o rosto após a operação. Por fim, a aplicação de uma máscara hidratante ou purificadora no rosto irá completar esta limpeza profunda para uma pele brilhante.

Leia Mais: Rotina Skincare: O que é? Para que serve? Como fazer?

Pele sensível: cuidados

Os mecanismos que explicam a sensibilidade da pele são mal compreendidos. Os especialistas suspeitam de vários fatores, como uma anormalidade no sistema nervoso cutâneo, resultando em uma diminuição no limiar de tolerância da epiderme.

Uma alteração da função de barreira da pele também está implicada, com uma perda insensível de água (desidratação, etc.) maior. Nesse sentido, todos os tipos de pele estão em causa: a pele hipersensível pode ser oleosa, seca ou atópica.

O que a caracteriza é o fato de não aguentar muito e reagir facilmente a determinados fatores externos (variações de temperatura, água muito quente ou muito fria, higiene e produtos cosméticos inadequados, poluição, vento, etc. etc.), ou internos como o stress.

Uma epiderme hipersensível que reage rapidamente

Todos esses ‘ataques’ à pele levam a fenômenos pró-inflamatórios devido à liberação de citocinas (hormônios do estresse) pelos queratinócitos (células da pele). A pele fica então “desconfortável”.

As sensações são variáveis: calor, formigamento, aperto, etc… não necessariamente visíveis a olho nu. Afinal, essa hipersensibilidade pode estar associada à vasodilatação e vermelhidão, mas não necessariamente. A pele fica então sujeita a rubores (vermelhidão intermitente), eritrose (vermelhidão intermitente que se torna permanente) ou rosácea (eritrose acentuada).

Uma situação que geralmente piora com o tempo, inclusive! Daí a importância de se adotar bons reflexos e produtos cosméticos adequados para limitar o desconforto, em particular as vermelhidões fortes que podem ser fonte de desconforto complexo e social.

Limite os ataques à pele sensível

Alimentos picantes e álcool devem definitivamente ser evitados porque têm efeitos vasodilatadores.

As temperaturas extremas são inimigas da pele hipersensível. Se o tempo estiver quente, lembre-se de ventilar bem e não ficar exposto à luz solar direta. Se estiver frio, cubra sua cabeça.

Para se lavar, prefira água sempre morna, evitando os banhos muito quentes e a sauna.

Devem ser evitadas substâncias muito irritantes, como produtos à base de retinóides para acne ou mesmo retinol em cremes antirrugas, bem como todos os cosméticos inadequados que não são formulados especificamente para peles sensíveis (sem álcool, sem fragrância, sem conservantes, etc.).

Qualquer forma de contato e fricção torna a pele hipersensível muito reativa. Portanto, evitamos irritá-la esfregando excessivamente com uma toalha ou algodão. Para maquiagem e desmaquiagem, prefira os dedos com pincel ou algodão, adotando toques delicados e enxugando suavemente a pele para secá-la.

Leia Mais: Ácido Salicílico: O que é? Para que serve?

Acalmar e hidratar a epiderme

Dê preferência para um produto fluido de limpeza sem enxágue. Aplique no dedo e vá massageando suavemente a pele antes de retirar o excesso com um disco de algodão.

Se não podemos prescindir de uma verdadeira remoção de maquiagem, especialmente quando a pele é muito seca, então recorra a um óleo de limpeza, também na ponta dos dedos. Termine pulverizando uma névoa de água termal calmante.

Além disso, mantenha um tratamento dermocosmético que é ao mesmo tempo hidratante para manter a integridade da barreira cutânea, e calmante, para acalmar o sobreaquecimento da pele.

Pele sensível ou alérgica?

Como saber a diferença entre uma sensibilidade e uma alergia a certos cosméticos? No primeiro caso, o desconforto sentido ocorre imediatamente após a aplicação do produto, sem resultar em lesões na pele.

No segundo, a alergia começa nos dias seguintes e se manifesta por lesões eczematosas. Mas nunca no primeiro contato com o alérgeno.

Em caso de rosácea, consulte um dermatologista!

Condição de pele hipersensível, a rosácea é um estado patológico correspondente a um distúrbio da vascularização profunda da face. Além da vermelhidão, uma erupção de espinhas aparece no rosto.

O tratamento médico prescrito é necessário, portanto, consulte um dermatologista. No dia a dia, adote os reflexos certos contra as agressões externas e use tratamentos dermocosméticos calmantes e hidratantes. As dicas deste artigo podem ajudar!

Bumbum Cream: cuidado que você merece

Ah, e já que estamos falando de bem-estar e autocuidado, conheça nosso cosmético especial para pele: o BumbumCream. Esse produto ajuda a potencializar os resultados – que com certeza virão se você combinar uma boa alimentação, Yoga e cuidados estéticos.

O BumbumCream é um creme regenerador com o conceito do BB Cream, produto popular na maquiagem feminina. Ele promove um tratamento de celulite, estrias, foliculite e outros problemas de pele desde a primeira aplicação. 

Então, o que está esperando? Experimente e conta para gente como funcionou para você!

More Reading

banner-bumbum-cream